sábado, setembro 02, 2006

Mestre Isplinter Responde - Edição Especial Intra-blog

Esta pergunta foi feita a Mestre Isplinter por um digníssimo membro deste blog, Maiquelnaite (veja post abaixo).



- Os joelhos são basicamente os cotovelos das pernas não é? Se são, porque não se chamam "cotovelos das pernas" seguindo o paradigma estabelecido pelos "dedos dos pés"?


- Caro Maiquel, é interessante que tenha colocado um pássaro como ilustração à sua pergunta. Isto porque a resposta surgirá como cocó de pássaro no seu carro estacionado debaixo da árvore. Só quando surgiu você percebeu que era tão óbvio.

Para responder à sua pergunta, Mestre Isplinter terá de recuar até bem lá antes de Al Capone ter contratado Jesus Cristo para driblar a lei seca transformando água em vinho. Como você sabe, foram os Antigos quem deu o nome às partes do corpo humano. E foi uma tarefa que exigiu alguma astúcia e prudência: teria sido uma valente cagada se eles tivessem chamado olho ao nariz e vice-versa, pois você poderia magoar-se seriamente ao enfiar o dedo no seu globo ocular para tirar um macaco!

A resolução da questão que apresenta é bastante simples, o problema é que você comete um erro comum: pensa nos dedos dos pés como os dedos das mãos dos pés. Mas quem lhe disse que não são os dedos das mãos que são os dedos dos pés das mãos? Ninguém sabe se primeiro os dedos eram só os das mãos ou só os dos pés! Então os joelhos nunca se poderiam chamar"cotovelos das pernas" porque nada nos garante que não sejam os cotovelos que sejam os "joelhos dos braços". Fazer isso seria uma calamidade: o Universo tornar-se-ia composto de antimatéria, o Natal seria de Verão como no Brasil, Mourinho não seria o maior especialista de futebol do Mundo (e, em consequência, o seu clube do coração, Vitória de Setúbal, não seria o melhor), e DALLAS E DINASTIA NUNCA TERIAM ACABADO!!!

Os Antigos manobraram habilmente para que isso não acontecesse, e você agora quer trazer o JR de volta? Seja sério...

Sem comentários:

Publicar um comentário