quarta-feira, março 28, 2007

"Zieg Heil!", a plenos e limpinhos pulmões

Image Hosted by ImageShack.us
Fiquei a saber, através do Arrastão, que vai ser proibido fumar nas prisões!

Proibir fumar nas prisões tem óbvias vantagens: quando estiverem a usar o balde higiénico, os presos saudáveis podem ter a certeza de que a seguir, quando se foram injectar com canetas Bic, não têm de respirar o fumo dos presos viciados e porcos.

A ser verdade (e a bem da minha sanidade mental ainda acredito\espero\peço a deus que seja mentira), é a prova definitiva para os mais ceguetas\little eichmanns, que estas novas leis do tabaco têm origem apenas em fundamentalismo. Fundamentalismo puro e duro, .
É claro que lá pelo meio há ideias boas, obrigações que deviam ter sido impostas há muito tempo, e bastante senso-comum. Mas quando se olha para estas leis na globalidade é transparente a sua origem fascistíca. Hitler também fez cenas boas e tal. E as pessoas que inocentemente aplaudem estas leis nazis deviam saber que quem joga ténis com o Diabo não se pode queixar quando ele muda as regras (ou lá como se escreve o caralho da famosa frase).


(Ah, só para dizer que eu, que fumo, desafio qualquer colega de blog não fumador para uma corrida. Quem ganhar pode proibir o perdedor de fazer alguma coisa que goste.)

Sem comentários:

Publicar um comentário