quinta-feira, abril 26, 2007

Mestre Isplinter Internet Explora

Em suas deambulações pela misteriosa região não-cartografada que dá pelo nome de internet, Mestre Isplinter encontrou um site. Quer dizer, vários sites: a internet tem muitos sites, desde os enciclopédicos aos pornográficos. Não, não, Mestre Isplinter não anda vendo sites pornográficos, Mestre Isplinter não quer ser mal entendido, Mestre Isplinter nunca viu sites pornográficos! Não, esperem, já viu, sim, mas foi sem querer, quer dizer todos não, foi sem querer aqueles mais pesados, onde Geraldão enfia seu braço inteiro num borrado orifício perdido algures lá em Manaus, mas esses mais pesados a que Mestre Isplinter foi parar sem querer foram só poucachinhos, os sites que Mestre Isplinter vê normalmente são só os normais, vá lá de Lolitas, ou de cavalheiros negros com senhoras louras. Não não não não: por "normalmente" Mestre Isplinter não quer dizer que regularmente consulte esses sites, como se admitisse que o faz e o faz porque não tem uma vida e não é capaz de ir para a cama com vasto número de specimens de vistosas parceiras de protuberantes seios, o que nem precisaria de admitir porque obviamente não é verdade - não é verdade a matéria de admissão, não os seios -, o que Mestre Isplinter quer dizer por "normalmente" é que nem sempre poderia ser encontrado vistoriando um site de Lolitas Com Idade Quase-Quase A Roçar O Ilegal, mas atenção, não que Mestre Isplinter se dedique a Lolitas Que Não Estão Com Idade Quase-Quase A Roçar O Ilegal Porque Ainda Não Lá Chegaram quando anda navegando na internet - esperem!, nãonãonãonãonão, o não se dedicar a Lolitas na internet NÃO deve ser interpretado como Mestre Isplinter estar amantizado com uma, talvez mais, pequenas raparigas ainda mal púberes, isso é totalmente mentira e de qualquer forma eles nunca chegaram a apresentar as tais fotos em tribunal, e Mestre Isplinter assegura que nunca praticou qualquer facto de índole sexual com menores - excepto quando era menor, obviamente, já aí com as tais vistosas parceiras de protuberantes seios (não as mesmas, outras) - e mesmo que quisesse praticar, QUE NÃO QUER, afinal, como poderia, não teria tempo, estava demasiado ocupado vendo Lolitas na internet a toda a hora, sim, Mestre Isplinter está constantemente ocupado vendo incontáveis fotos de Lolitas, sim, Mestre Isplinter não poderia estar cometendo um facto criminoso, não, é tudo um estragema para incriminar Mestre Isplinter, Mestre Isplinter está inôcenti, Mestre Isplinter não fez nada e tem provas irrefutáveis, pois ora se Mestre Isplinter vê tantas e tantas fotos e vídeos - sim, vídeos, muitos vídeos! - em que senhoras louras se entregam a bem equipados cavalheiros negros e Mestre Isplinter na vida real não é um bem equipado (que é!) cavalheiro negro (isto já não), como poderia então ser na vida real o bruto que criminosamente macula a pureza das (por vezes marotas e merecedoras de castigos) castas Lolitas de trancinhas e doces calcinhas perfumadas??? Nunca!!! NUNCA!!!!!

Seja como for, Mestre Isplinter visita amiúdes vezes um determinado site que é este:

http://www.lolita.com,

aaaaa.... quer dizer, este:

http://www.d-e-f-i-n-i-t-e-l-y.com/

Sem comentários:

Publicar um comentário