terça-feira, abril 24, 2007

Pedro Arroja cai da cadeira:

Image Hosted by ImageShack.us

O melhor blog nacional perdeu o seu mais polémico autor, Pedro Arroja. Neste meses que lá escreveu, Arroja defendeu teses provocantes, fundamentadas e originalíssimas. A saber:

.Salazar foi muito bom para Portugal.
.Deus é muito bom.
.Os juristas são muito maus.
.As mulheres querem-se é em casa.
.Os judeus são maus.
.A Igreja não teve nada a ver com a Inquisição.
.A escravatura era óptima para os escravizados.

De facto, nunca se tinha ouvido em lugar algum tais coisas! Nunca jamais em tempo algum. Como é que o Blasfémias vai sobreviver sem gente a escrever coisas tão originais e nunca ditas por ninguém como estas?

(nota final: a sua tese mais estrambólica, essa sim completamente original foi que a penalização do aborto era um assunto tão pessoal tão pessoal, que por causa disso não só não ia votar como defendia que fazê-lo, fosse no "Sim" ou no "Não", não fazia sentido. Sim, o man escreveu mesmo isto.)

Sem comentários:

Publicar um comentário