quarta-feira, maio 23, 2007

Adopção conjunta por gays é permitida: céu cai.

Image Hosted by ImageShack.us
O Carlos e o Fernando (ambos do sexo masculino, como o leitor mais perspicaz já terá brilhante e tortuosamente deduzido) vivem juntos há seis anos. Sempre quiseram filhos, mas tal nunca lhes foi permitido. Fizeram coisas não muito recomendáveis para poderem adoptar, sempre sem sucesso. Finalmente conseguiram: recentemente adoptaram um recém-nascido que havia sido abandonado, com a permissão das autoridades competentes. No UK, onde aconteceu o caso, toda a gente está contente com a situação, incluindo os conservadores locais.
Calma Opus Dei, calma João Abominável das Neves, calma Bento 160 (na verdade é 16, mas how cool seria se o man decidisse chamar-se 160?). Calma, que a família tradiconal (tal como o recém-nascido adoptado, aliás) não está em perigo.

Sem comentários:

Publicar um comentário