quinta-feira, junho 07, 2007

O Mundo e as gravatas

Ontem, Pedro Bala ia de carro, em lugar de pendura, quando o dito carro parou num cruzamento por não ter prioridade. Enquanto a condutora do dito veículo, que é claramente carro de gaja, espera por oportunidade de seguir a marcha, ouve-se uma forte buzinadela vinda do carro parado imediatamente atrás. Pedro Bala, como mandam as regras da boa educação, pôs a cabeça fora da janela do carro, procurando reconhecer o condutor do veículo buzinão, de modo a poder retribuir a saudação. O senhor condutor apressado, ao ver Pedro Bala, sorriu, e levantou a mão pedindo desculpa pela buzinadela. É o problema das presunções e dos preconceitos. Nem sempre correspondem à realidade.

Sem comentários:

Publicar um comentário