terça-feira, agosto 28, 2007

Há lata que é preciso apreciar

Costumo fazer compras num Pingo Doce, e sempre que lá vou há uma senhora estrangeira e muito simpática que anda por lá a pedir dinheiro. É simpática mas é chata e tem sempre muita lata: pede-me guito quando entro no supermercado, e quando saio volta a pedir. Desconfio que faz bom dinheiro com aquilo: é dedicada e nunca falta ao 'serviço'.

Ontem apanhou-me na fila do multibanco desse Pingo Doce. Estendeu a mão com um sorriso, eu sorri de volta mas não dei nada.

Ora bem, há um detalhe que torna esta história interessante e digna de ser contada:

Quando ela me pediu o dinheiro, não era eu quem estava na fila do multibanco, era ela!

Sem comentários:

Publicar um comentário