sábado, fevereiro 21, 2009

A Bosta dos Óscares


Os Óscares são uma bosta. Os filmes nomeados são sempre uma merda.E quando não são uma merda ainda asssim os melhores ficam de fora. E o Shakespeare In Love ganhou o Óscar de melhor filme. O SHAKESPEARE IN LOVE! O SHAKESPEARE IN LOVE! O SHAKESPEARE IN LOOOOVE!!!!!!!!!!!!!

(Pausa para me recompor)

E quase todos os vencedores são previsíveis. E os que não são previsíveis são aqueles de merdas como "direcção artística" que eu não sei o que é. E você também não. E nunca chegaram a dar o Óscar ao pato Donald. Nem ao Gary Busey. Este ano vão dá-lo ao Mickey Rourke, finalmente vingando o zorba the geek na sua famosa discussão com o primo do Jorge Palma (piada privada. Sim eu também odeio ficar de fora das piadas e também ninguém brincava comigo no infantário, é fodido). Mas é fraca esta consolação. CABRÕES!
E a transmissão do programa tem 20 intervalos pelo menos. Dá a ideia que os gringos transmitem aquilo por um farol porque nunca chegaram a descobrir a antena. E Hollywood hoje é só pussies, já ninguém arriscava mandar uma falsa índia recusar o prémio. Excepto, claro, o Gary Busey, e em vez de só recusar o prémio a falsa índia também chacinava toda a gente na cerimónia. E em vez de uma falsa índia era o Gary Busey com um fato de robô. Mas sem capacete, para se ver bem a cara dele. E os comentadores da TVI nunca estão bêbados e quase só dizem banalidades. E nunca estão bêbados. Uma vez o Olavo Bilac dos Santos e Pecadores estava e teve piada, mas foi só dessa vez. E dizer que o Olavo Bilac dos Santos e Pecadores é o highlight de alguma coisa mostra bem a pobreza dessa coisa. Olhem para os Santos e Pecadores por exemplo. O Olavo Bilac é a melhor coisa deles. E todos sabemos o que pensamos sobre os Santos e Pecadores não é?

Sem comentários:

Publicar um comentário