quarta-feira, janeiro 13, 2010

"Purease" (em inglês com sotaque japonês)

Gostava que alguém por favor me lembrasse de um filme da década passada que seja melhor que o Before Sunset. Não, a sério.



ADENDA: não que o Before Sunset seja o melhor filme dos últimos dez anos, não. Só pedi que me lembrassem de um melhor que o Before Sunset. Tão bom quanto, há. Melhor, não me parece. É que aos 6 minutos e 15 segundos do filme acontece uma coisa muito simples mas a partir daí o filme é uma coisa indescritível, bam bam bam, fenómenos químicos raros e brutais, a electricidade no ar entre a Julie Delpy e o Ethan Hawke faz sair faíscas do ecrã e relâmpagos e o caralho, foda-se, pimba pimba pimba, não larga. Até ao fim. E do filme saem pessoas de carne e osso e reagentes químicos, quase dez anos de duas vidas, uma paixão, duas paixões, muitas paixões, quereres, coisas que não se conseguem, coisas que contam, coisas que só se contam a certas pessoas, coisas que só se contam a uma pessoa. E vê-se uma longa cena (que é o resto do filme) mais bela e verdadeira que qualquer documentário possível. E a química entre os dois, foda-se!

Ora, há muitas maneiras de um filme ser um absoluto. Esta é uma delas. E pronto, melhor do que um absoluto não há.

5 comentários:

  1. Letters From Iwo Jima, Mulholland Drive, Ghost Dog, Match Point, Ten, Memento, 25th Hour, Eternal Sunshine Of The Spotless Mind...

    ResponderEliminar
  2. Obrigado por responderes.

    Mas...

    lol, talvez, não, bem lembrado mas não, não, lol outra vez, não, não.

    ResponderEliminar
  3. Deixa, és um incompreendido. Mas nunca te esqueças que terás sempre as telenovelas da TVI para abolires essa insatisfação audiovisual.

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Ritinha:
    Terei sempre as novelas da TVI e teremos sempre Paris.

    Chespirito:
    O mais certo é ter visto mas ainda é jovem, não vi esse, pois.

    ResponderEliminar